Quem é o Pré-candidato a deputado estadual que levanta a bandeira da industrialização como solução para gerar emprego e renda no MS.

Quem é o Pré-candidato a deputado estadual que levanta a bandeira da industrialização como solução para gerar emprego e renda no MS.

David Vincensi é categórico em afirmar que investir em diferentes modais logísticos com o foco na melhoria do escoamento da safra, apoiar às cooperativas, apoio ao pequeno, médio e grande produtor rural são pilares para incentivar a agroindustrialização de Mato Grosso do Sul, Vincensi destaca todos esses pontos em sua caminhada em busca de apoio para sua Pré-candidatura a deputado estadual.

“O agro é a nossa vocação e principal base econômica do Estado. Queremos que o Mato Grosso do Sul busque sua transformação a partir da industrialização da agropecuária, investindo desde os agricultores familiares”, destacou Vincensi.

Alguns fatores históricos foram fundamentais para o crescimento do agronegócio brasileiro, entre eles destaca-se a transformação da produção rural em processos industrializados e a expansão da fronteira agrícola.

O MS é um dos Estados que já tem uma agricultura moderna e sustentável, com grande participação das cooperativas agrícolas, desde os micros até as grandes agroindústrias.

Atualmente, Mato Grosso do Sul tem mais de 70 mil famílias na agricultura familiar, conforme dados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

O setor foi responsável pela comercialização de mais de 1,3 mil toneladas de 138 tipos de produtos. Com isso, a economia do Estado cresceu, movimentando na agricultura familiar R$ 4,7 milhões, que beneficiaram mais de mil famílias.

Para Vincensi é importante que todos os produtores tenham capacitação para estarem aptos a industrialização.

“Com o crescimento do agro no Estado a produção também aumenta, crescendo ainda mais a demanda por profissionais da área. Todos os produtores passam a buscar mão de obra cada vez mais qualificada. A tecnologia já está entrando nas pequenas hortas, os trabalhadores precisam acompanhar”, explicou David Vincensi.

O pré-candidato concluir que a chegada da tecnologia no campo “está só começando”.

Fonte: Assessoria

Da redacao

Da redacao

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: