Estudantes de escolas públicas de MS  terão reforço  de matemática

Estudantes de escolas públicas em Mato Grosso do Sul receberão um valioso reforço em sua jornada de aprendizado da matemática. Na última quarta-feira (13), a Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS), a Fadeb (Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação Básica de MS) e a SED (Secretaria de Estado de Educação) celebraram um convênio de peso: a execução do Plano de Recomposição das Aprendizagens por Tutoria.

Esse elo entre entidades irá desembolsar uma soma significativa de R$ 498 mil, destinada a proporcionar aos estudantes das escolas públicas um reforço valioso no campo da matemática. O programa será um alento para os alunos do 5º ao 9º ano do ensino fundamental e do 3º ano do ensino médio da Rede Estadual de Ensino.

O convênio abre portas para a concessão de até 207 bolsas, que serão concedidas a estudantes universitários. Estes, por sua vez, terão a responsabilidade de conduzir as aulas de reforço. Os valores das bolsas variam conforme o número de turmas assumidas e as atividades desempenhadas pelo bolsista, seja como tutor ou coordenador, podendo chegar a um máximo de R$ 1,2 mil.

Márcio de Araújo Pereira, diretor-presidente da Fundect, destaca a importância dessa iniciativa: “A Fundect trabalha para transformar a vida das pessoas. As crianças que tiveram déficit de aprendizagem por conta dos problemas que enfrentamos na pandemia terão a chance de recuperar o conteúdo perdido. Isso é muito importante para o futuro do Estado, pois estamos formando jovens que serão fundamentais para o nosso desenvolvimento”.

A presidente da Fadeb, Maria Cecilia Amendola da Motta, expressou sua gratidão pela colaboração da Fundect: “Quero agradecer a Fundect por viabilizar as bolsas. A Fadeb está aí para atender as escolas públicas e esse trabalho foi o primeiro que pensamos para ajudar nossos jovens a recompor o aprendizado, a superar os problemas com a matemática que se agravaram durante a pandemia”.

O secretário de Educação, Hélio Daher, ressaltou a importância da parceria entre as fundações e a Secretaria, destacando a unidade de propósito: “É uma das características dessa nova gestão termos todos o mesmo objetivo e trabalhar articulados. Cada criança que a gente ajuda é uma criança que a gente salva das dificuldades”. O convênio, com duração de 12 meses, abrirá um processo seletivo para aqueles interessados em contribuir como tutores, promovendo, assim, um apoio vital ao aprendizado matemático dos alunos da rede pública de ensino em Mato Grosso do Sul.

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.