Servidor público é preso com 350kg de maconha em carro do Governo Federal

Servidor público é preso com 350kg de maconha em carro do Governo Federal

A Polícia civil, através da Delegacia Especializada De Combate Ao Crime Organizado – DECO, após levantamentos por parte de sua equipe apurou denúncia de tráfico de entorpecente por meio de veículo oficial, a investigação culminou na prisão do servidor público federal C.P. de M, 54, em flagrante noite de terça-feira (26), que conduzia uma camionete oficial L200 TRITON de uso exclusivo e em serviço da Secretaria Especial de Saúde Indígena – SESAI/FUNAI.  O veículo estava carregado com aproximadamente 350 (trezentos e cinquenta) quilos de maconha, camuflados em isopores e dispostos na carroceria do veículo e cobertos por lona.

O servidor público federal que já conta com quase 30 anos de serviços prestados ao órgão de atenção indígena, tinha como rotina a designação para atendimento de saúde das comunidades indígenas da região de DOURADOS MS, que o mantinha por cerca de uma semana na cidade de DOURADOS MS, oportunidade em que, aproveitando se dessa oportunidade para durante o período vespertino deslocar se com o veículo oficial até a fronteira localizada entre Ponta Porã MS e Pedro Juan Cabalero PY, onde carregava o entorpecente e imediatamente o encaminhava até Campo Grande MS, descarregando em local definido e, de imediato, retornava a estrada novamente até DOURADOS MS, onde mantinha-se hospedado durante a missão semanal, retomando seus afazeres sem chamar a atenção, modus operandi que mantinha, segundo apurado, semanalmente, prática essa mantida já de longa data e foi apurada pela equipe de investigação.

Constatou-se ainda que o servidor federal preso praticava o crime aproveitando-se da facilidade de trafegar pelas rodovias sem abordagens ou mesmo chamar atenção por estar utilizando se de veículo oficial e caracterizado, conduta criminosa essa neutralizada na noite de ontem, pela efetiva abordagem da equipe policial da DECO nas proximidades de ANHANDUI que culminou na prisão do mesmo, apreensão do entorpecente e do veículo, sendo conduzido até a sede da Polícia Federal para a lavratura do auto de prisão em flagrante e demais providências de estilo.


Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: