fbpx

Rapidinhas sobre cartão de crédito, o famoso “dinheiro de plástico”!

Rapidinhas sobre cartão de crédito, o famoso “dinheiro de plástico”!

Você se considera um consumidor moderno? Aquele consumidor antenado a todos os seus direitos e deveres? Pois é, se você se considera moderno muito provavelmente o uso de cartão de crédito é seu companheiro fiel de todos os dias, seja em supermercados, farmácias, postos de gasolina, bares e restaurante. Sendo assim é normal que diariamente surjam várias dúvidas quanto ao uso desse famoso “dinheiro de plástico” (cartão de crédito).

Foi penando nisso que nessa semana vamos fazer um textinho bem curtinho com as “rapidinhas do cartão de crédito”, vamos lá?

-Caso a fatura do cartão não chegue até a data do vencimento, você deve entrar em contato com a administradora para saber como efetuar o pagamento. A ausência da correspondência não te isenta de seus compromissos.

Se você receber qualquer cartão de crédito que não tenha pedido, entre em contato com o responsável pelo envio imediatamente. Informe que não tem interesse e inutilize o cartão. Você pode, inclusive, denunciar o fato a um órgão de defesa do consumidor (PROCON) ou procurar um advogado para outras medidas.

– Nenhum estabelecimento comercial é obrigado a aceitar pagamento com cartão de crédito, mas, se o fizer, não pode impor valor mínimo para compras com o mesmo.

– A 2ª via do cartão de crédito somente pode ser cobrada se o motivo da solicitação não for de responsabilidade da administradora (como perda, roubo, danificação).

– O valor das tarifas relacionadas aos serviços de cartão de crédito pode aumentar, no entanto isso só pode acontecer decorrido um ano da última alteração. Mas o consumidor deverá ter conhecimento desse aumento, no mínimo, com 45 dias de antecedência.

– O seguro do cartão de crédito é OPCIONAL, caso você o pague pela primeira vez por engano, pode pedir o cancelamento.

– Se você notar algum valor de cobrança ou serviço indevido, pode pedir esclarecimentos sobre eles à administradora, podendo inclusive requerer o estorno das cobranças. Em casos de pagamento já ter sido efetuado, você poderá pedir o reembolso.

Gostou? Semana que vem tem mais!


Fernanda Faquineti

Fernanda Faquineti

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: