fbpx

Preso: Agiota cobrava 65% de juros e usava arma para extorquir devedores

Preso: Agiota cobrava 65% de juros e usava arma para extorquir devedores
Promissórias apreendidas pela Polícia Civil com o agiota. Foto: Divulgação

A Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) prendeu nesta quinta-feira (10), em Campo Grande, agiota de 46 anos suspeito de extorsão. De acordo com a Polícia Civil, o investigado emprestava dinheiro, cobrava juros exorbitantes de até 65% e depois usava uma arma de fogo para ameaçar aqueles que lhe deviam. Mediante violência, conseguiu receber o pagamento.

Após denúncia, foi instaurado inquérito na Derf que identificou o autor e constatou os abusos. Além das ameaças com uso de arma de fogo, algumas vítimas relataram que o criminoso dizia agir sob o amparo de agentes de segurança pública, causando ainda mais temor a seus credores e os convencendo de que não adiantaria acionar a polícia.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva, assim como solicitou a expedição de mandado de busca na residência do mesmo, localizada no Bairro Nova Lima. No local foram apreendidas notas promissórias que comprovam que os juros cobrados pelos empréstimos podiam chegar à 65%. Foi encontrado ainda considerável quantia de dinheiro em espécie, documentos de transferência da propriedade de veículos à título do pagamento de dívidas, veículo e outros elementos de prova.

Fonte: MidiaMax


Da redacao

Da redacao

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: