Policiais recebem homenagem na Câmara Municipal de Paranaíba

Policiais recebem homenagem na Câmara Municipal de Paranaíba
Militares salvaram rapaz de afogamento após ser espancado

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Paranaíba, de segunda-feira (07), contou com uma homenagem aos policiais militares Sargento Mundim e Cabo Garcia, a moção de aplausos foi proposta pelo vereador Jalmir Modesto.

A homenagem rendida aos militares ocorreu após os policiais intervirem em uma briga generalizada no Espelho D’Água na madrugada de domingo (29/10), quando um jovem foi espancado e jogado em um dos lagos do parque.

O Caso

Na madrugada do último domingo (29), por volta de 2:30 da manhã, uma guarnição da Polícia Militar, composta pelo Sargento Mundim e pelo Cabo Garcia, realizava policiamento ostensivo nas proximidades do Espelho D’agua, em virtude da grande aglomeração de pessoas no local.

Ao passar próximo a um dos lagos, os policiais avistaram uma briga generalizada e rapidamente desembarcaram da viatura, conseguindo dispersar parte da multidão, mas neste momento perceberam que dentro do lago, dois homens estavam agredindo fisicamente um terceiro elemento, com socos, garrafadas e tentativa de afogamento. Ao perceberem a situação, os policiais efetuaram dois disparos de balas de borracha, como forma de advertência, para que as agressões fossem cessadas, foi então que os dois agressores, deixaram a vítima desacordada dentro do lago e fugiram do local, tomando rumo ignorado.

Neste momento um dos integrantes da equipe policial, o Cabo Garcia, percebeu que a vítima havia caído em uma parte funda do lago, de aproximadamente dois metros e meio e estava e submergindo nas águas, desacordada por conta dos golpes na cabeça. O policial cabo Garcia ainda equipado com armamento rapidamente se atirou na água e depois de muito esforço, conseguiu retirar a vítima do local, levando até a margem, onde foram realizados os procedimentos de primeiros socorros até a chegada do corpo de bombeiros, o jovem apresentava um corte profundo na região do couro cabeludo, corte no supercílio direito, lesões na face e uma possível fratura no braço esquerdo. Para os policiais, a vítima disse que conhece os autores. Testemunhas relataram que toda a confusão teria começado quando o rapaz de 17 anos, teria agredido sua namorada, fato que despertou a ira dos dois homens que o agrediram e o jogaram na água.

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: