fbpx

Paranaibenses fecham BR 158 em protesto por preços de combustíveis

Paranaibenses fecham BR 158 em protesto por preços de combustíveis

Caminhoneiros estão fechando a BR 158 desde a noite de ontem (22) em Paranaíba em apoio ao movimento nacional de paralisação de caminhões que teve início na manhã de segunda-feira (22), apenas veículos de passageiros e alimentos perecíveis estão sendo liberados na rodagem.

Por volta das 09H15  havia uma fila de cerca de 4,5 quilômetros entre a região da fábrica de esquadrilhas Ramasol e o trevo para Inocência.

O caminhoneiro paranaibense, Davi de Melo, afirma que o movimento no município é pacifico e formado apenas por motoristas, sem apoio de políticos ou de sindicatos em busca de melhores preços nos combustíveis. “não briga não tem político, não tem sindicato, são só os caminhoneiros que pararam reivindicando o preço o preço do óleo diesel que está abusivo”, afirmou o motorista.

A reivindicação não é apenas dos motoristas conforme o Mello na paralisação em Paranaíba há o apoio de empresários, agricultores e outros, Davi afirma que devido ao alto custo que os motoristas têm, o valor do diesel tem tornado impossível que os caminhoneiros continuem a trabalhar, e acaba fazendo que todo um setor da economia fique comprometido.

“O presidente tirou o direito do caminhoneiro trabalhar, e não está só caminhoneiro, está agricultor, está o dono de oficina.  É todo mundo, é uma corrente, que depende do caminhão e está todo mundo sendo prejudicado, está todo mundo no mesmo barco, está todo mundo aderindo e apoiando” disse Mello.

Segundo Mello a reivindicação se deve ao alto custo diário com abastecimento que gira em torno de R$ 2mil, o que tem tornado a atividade praticamente inviável, já que o alto consumo de caminhões de transporte obriga que a cada dia se utilize cerca de 500 litros de diesel.

“Cada abastecida que você dá o preço tá diferenciado, pra você ter uma noção: um caminhão pesado, desses nossos, hoje ele faz de 2,2 à 2, 4 por no máximo por litro de óleo diesel, uma abastecida normal desses nossos, é 500 litros. 500 litros de óleo diesel, fica em mais de 2 mil, isso é o que gasta por dia, não tem mais condições, está impossível trabalhar”, concluiu caminhoneiro.


 

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Um comentário em “Paranaibenses fecham BR 158 em protesto por preços de combustíveis

  1. Tem que parar mesmo e a população deve abraçar este movimento pois sera de grande beneficio a população também! entre outras melhorias que o caminhoneiro merece uma profissão tão importante para o País sendo prejudicada de tal forma

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: