fbpx

MS tem 2,6 mil empregos a menos em setembro; pior resultado desde 2015

MS tem 2,6 mil empregos a menos em setembro; pior resultado desde 2015

Mato Grosso do Sul teve um saldo de 2.645 empregos formais a menos em setembro deste ano, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Esse é o pior resultado estadual desde 2015, quando o saldo do mesmo mês foi de 2.815 empregos a menos.

De acordo com o estudo divulgado nesta segunda-feira (22), no total, Mato Grosso do Sul teve 18.102 admissões e 20.747 demissões no mês passado, resultando no saldo negativo de geração de empregos com carteira assinada no Estado.

O setor que puxou a estatística para baixo foi o de Serviços, que neste mês de setembro contratou 6.091 pessoas e demitiu 9.813 empregados. O saldo negativo, somente deste setor, foi de 3.722 a menos.

NACIONAL

Em contrapartida, as estatísticas nacionais de setembro apontaram a maior criação de emprego desde 2013. Conforme o estudo, foram 137.336 postos formais de trabalho foram criados no último mês.

A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível em setembro foi em 2013, quando as admissões tinham superado as dispensas em 211.068.

Todas as cinco regiões criaram empregos com carteira assinada em setembro. O Nordeste liderou a abertura de vagas, com 62.177 postos, seguido pelo Sudeste com 38.933 vagas. Foram abertos 18.063 postos no Sul, 10.262 no Norte e 7.901 no Centro-Oeste. Na divisão por estados, apenas o Mato Grosso do Sul demitiu a mais do que contratou, Paranaíba teve um saldo positivo de 46 vagas. 


 

Fonte: Correio do Estado
Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: