MS recebe 50,9 mil doses nesta quinta-feira

MS recebe 50,9 mil doses nesta quinta-feira

A vigésima primeira remessa com 50,9 mil doses de vacina contra Covid-19, com 26,4 mil da Coronavac e 24,5 mil da AstraZeneca, chega às 18h30 desta quinta-feira (13) no Aeroporto Internacional de Campo Grande (CGR).

Com isso, o Estado totaliza 1.044.320 doses recebidas do imunizante. As vacinas serão distribuídas aos 79 municípios nesta sexta-feira (14).

De acordo com o secretário de estado de Saúde, Geraldo Resende, todas as doses da Coronavac serão destinadas à pessoas que estão com a segunda dose atrasada. Não haverá primeira dose.

Imunizantes da AstraZeneca serão destinados ao adiantamento da segunda dose e à aplicação da primeira dose.

Coronavac
Pessoas com a segunda dose da Coronavac atrasada aguardam a dose de reforço há cerca de 45 dias, ultrapassando o recomendado pelo laboratório, que é de 28 dias entre as doses.

Não há segunda dose para todas as pessoas que estão com vacinação atrasada, portanto a prioridade é para pessoas que estão com agendamento marcado há mais tempo.

O atraso se deve à contratempos na importação do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para fabricação da vacina pelo Instituto Butantan.

O Ministério da Saúde orienta que a população tome a segunda dose mesmo atrasada para completar o esquema vacinal e garantir a proteção adequada contra a Covid-19.

O infectologista André Barbosa explica ao Correio do Estado que o atraso na aplicação da segunda dose não traz riscos à saúde da população e não diminui a eficácia da vacina.

“Não existe um prazo determinado, é possível receber a segunda dose depois de uma semana, 12 dias, 15 dias, a proteção não vai mudar, será exatamente a mesma e a pessoa será imunizada”.

AstraZeneca
A vacinação em gestantes, com doses da AstraZeneca, está suspensa em todo o país, após orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A recomendação foi feita após uma grávida desenvolver trombose e falecer após ter tomado a dose da AstraZeneca, no Rio de Janeiro.

A Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) garante que Campo Grande utiliza apenas doses da Pfizer para vacinar gestantes.

De acordo com a Anvisa, grávidas podem se vacinar apenas com doses da Coronvac ou Pfizer.

Vacinômetro
A plataforma disponibilizada pela SES divulga em tempo real a situação do processo de imunização em cada município do Estado.

As pessoas podem informar-se a respeito quantas doses foram aplicadas (dose 1 e dose 2); percentual de vacinados; percentual de imunizados; grupos que já receberam a vacina; entre outros.

Segundo dados da ferramenta, 877.198 doses já foram aplicadas no Estado e 22,63% da população sul-mato-grossense está vacinada.

Mato Grosso do Sul é o Estado que mais vacinou no Brasil, de acordo com dados das secretarias estaduais de saúde das 27 unidades federativas.

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: