Médico é absolvido após denúncia de estupro durante consulta em MS

Médico é absolvido após denúncia de estupro durante consulta em MS

Foi absolvido em agosto deste ano, um médico de 63 anos, acusado de estuprar mediante fraude, uma paciente de 26 anos. O crime aconteceu em seu consultório particular, após a jovem passar por um hospital, onde o médico atendia.

Após a absolvição, o MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) disse que irá recorrer da sentença, que foi publicada em Diário da Justiça desta quinta-feira (2). O crime aconteceu em maio de 2018, quando a jovem procurou o Hospital Evangélico para a consulta.

Consta na denúncia que a vítima foi até o hospital para atendimento médico, já que estava com verrugas na região dos glúteos. Ela acabou atendida pelo profissional que após examiná-la pediu para que ela passasse por consulta particular em seu consultório, tendo passado para a vítima o número de seu telefone.

A jovem, então, entrou em contato pelo WhatsApp e agendou o atendimento no consultório do médico. No dia marcado, ao chegar para a consulta, ela foi informada pelo médico que ele estava sozinho, pois sua secretária havia faltado ao serviço.

Nisso, a jovem foi levada pelo médico até a sala, onde ela tirou calça e calcinha para ser examinada e aplicado o remédio. O médico disse a ela que iria aplicar uma pomada. A vítima estranhou a maneira como ele passava o medicamento, sem luvas. Ele ainda teria dito que ‘estava gostando muito’ de fazer aquilo. Na mesma hora, a vítima se levantou da maca e foi embora.

Em depoimento, a vítima declarou que foi ao local para realizar o tratamento de retirada das verrugas, portanto, o acusado somente poderia realizar o tratamento passando o medicamento na região, que seria um tratamento químico.

O médico foi absolvido, mas o MP se manifestou no sentido de que irá recorrer da sentença, mas ainda não apresentou as razões recursais.

Fonte: MidiaMax

Da redacao

Da redacao

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: