Lotação e falta de oxigênio da Santa Casa preocupam em Paranaíba

Lotação e falta de oxigênio da Santa Casa preocupam em Paranaíba

A situação de atendimento da Santa Casa de Misericórdia está preocupante. Com o aumento do número de casos de COVID, o hospital está lotado e existe escassez de oxigênio para o atendimento de novos pacientes, conforme confirmou a diretoria da entidade durante reunião com Administração Municipal nesta segunda-feira, 22.

Estiveram presentes no Gabinete do prefeito Maycol Queiroz o diretor presidente da Santa Casa Jair Alves de Souza, o médico Dr. Pedro Eurico Salgueiro, a diretora administrativa Euricleia Candida Marques e o responsável técnico pela UTI, enfermeiro Antonio Carlos Gelamos para relatar a realidade vivida no hospital, que hoje está com ocupação de 100% dos leitos há quase dois meses.

O médico, Dr. Pedro Eurico, solicitou do Chefe do Poder Executivo uma ação em conjunto com a Prefeitura, através dos atendimentos nas Unidades de Saúde. Ele explicou ser preciso filtrar os encaminhamentos para o hospital, para desacelerar o atendimento ambulatorial prestado no hospital.  A diretoria informou ainda que a procura pelo hospital foi intensificada com a pandemia e a curva de contágio está em crescente, deixando a Santa Casa sem profissionais suficientes para a demanda e com uma fila de espera por raio-x muito grande.

A ala respiratória tem capacidade para atender 20 pacientes, sendo 16 adultos e 4 infantil. Além disso, foram ampliados mais 10 leitos para suprir a demanda, estes estão com todas as despesas sob a responsabilidade da entidade. O enfermeiro, Antonio, explicou que é preciso de um médico para o Núcleo Interno de Regulação (NIR), para agilizar a pleito por leitos e encaminhar os pacientes através do CORE (Complexo Regulatório Estadual).

O prefeito Maycol Queiroz afirmou que a primeira ação é disponibilizar um médico para o CORE e fazer uma licitação para atender a demanda de solicitação de raio-x para o cidadão que necessitar. “Autorizamos que se façam as radiografias para o atendimento de nossos cidadãos. Vamos procurar um profissional para alimentar o sistema. Este momento pede muita responsabilidade e união de esforços para atender bem a nossa população neste período tão difícil”, ressaltou o prefeito.

A reunião contou com a participação do auditor fiscal da Secretaria de Finanças e Planejamento, Vitor Hugo Almeida; secretário de Saúde, Dr. Amauri Mariano; vereador Dr. Fernando Castro; vereador Sargento Benites; vice-prefeita, Roseli Martins; secretária de Administração, Adailda Lopes; Chefe de Gabinete, Jane Paula; e secretário de Governo, Deoclésio Pereira de Souza Junior do Kézio.

Fonte: Luana Chaves – Decom

Da redacao

Da redacao

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: