Diante do aumento de casos de Covid-19, Governo amplia testagem e intensifica campanha por vacinação

Diante do aumento de casos de Covid-19, Governo amplia testagem e intensifica campanha por vacinação

O Governo de Mato Grosso do Sul vai reabrir drive-thrus de testagem de Covid-19 e intensificar a campanha de conscientização sobre a importância da vacinação para vencer a pandemia. As decisões do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) foram tomadas diante do aumento do número de casos de Covid-19, aliado ao de Influenza A.

O anúncio das novas medidas foi feito pelo presidente do programa, secretário Eduardo Riedel, e pelo titular da Saúde, Geraldo Resende, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (10), na governadoria.

Serão reabertos os drive-thrus para testagem de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas e reforçado o de Corumbá. Além disso, haverá entregas semanais de novos testes aos municípios, desde que as prefeituras concordem.

Para Riedel, testagem e a vacinação são medidas necessárias para conter o avanço da pandemia provocada pelo coronavírus. “Noventa e cinco por cento das pessoas que vêm a óbito, são aqueles que não tomaram a vacina. Isso no Brasil. Então, a vacinação é fundamental nesse processo que estamos vivendo”, explicou Riedel.

Já o secretário Geraldo Resende explicou a importância da testagem para permitir o acesso gratuito da população ao serviço e para monitorar o avanço da doença em Mato Grosso do Sul. “Quanto mais testagem nós tivermos, maior compreensão teremos da doença e poderemos cumprir estratégia para enfrentar”, disse Resende.

Vacinação de crianças

Também na coletiva, o secretário Geraldo Resende explicou que Mato Grosso do Sul aguarda a chegada e remessa de vacinas pelo Ministério da Saúde para começar a fazer a imunização das crianças de 5 a 11 anos, dependendo dessa entrega, no próximo dia 15.

Boletim epidemiológico

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou mais 1.306 casos de Covid em Mato Grosso do Sul conforme dados do boletim epidemiológico desta segunda-feira (10).

Os municípios com maior número de novas infecções são: Campo Grande (1.033), Bonito (52), Maracaju (46), Três Lagoas (45) e Dourados (33). A média móvel indica que nos últimos 7 dias houve a confirmação de 702,9 casos diários no Estado.

Um novo óbito ocorrido no município de Iguatemi no dia 8 de janeiro, foi confirmado pela doença. Conforme o boletim, trata-se de um paciente do sexo masculino de 66 anos, que tinha histórico de diabetes.

A média de óbitos da última semana está em 1,7 e a letalidade se mantém em 2,5%. Desde o início da pandemia no Estado, 9.743 sul-mato-grossenses morreram por complicações da doença. 

A taxa de ocupação de leitos SUS UTI por macrorregião é de 88% em Corumbá, 62% em Dourados, 51% em Campo Grande e 48% em Três Lagoas.

Entre os casos ativos em Mato Grosso do Sul, 59 são pacientes internados em leitos clínicos (37) e de UTI (22). Existem 567 casos aguardando encerramento pelos municípios. 

Influenza

O novo formato do boletim epidemiológico da SES também traz as informações sobre a Influenza. Foram registradas 175 novas notificações e 1 novo caso da doença.

Não houve registro de novas mortes pela doença. Porém, Mato Grosso do Sul já registrou 12 óbitos por influenza. A taxa de letalidade está em 6,9%.

Confira aqui o detalhamento do boletim Covid e Influenza divulgado neste início de semana pela SES. 

Fonte: Governo de MS

Pablo Nogueira

Pablo Nogueira

Jornalista, fotógrafo, editor chefe do portal InterativoMS e apaixonado por inovação e política.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: