Boa Tarde, seja bem-vindo ao nosso portal

Paranaíba - MS,

Policias Civis MS e SP esclarecem falso roubo de caminhão seguido de cárcere privado de Paranaibense

Empresário será indiciado pelo criminalmente

Última Atualização: 04/8/2017 23:12:05

Da redação



Segundo publicação do Setor de Investigações Gerais da Polícia Civil de Paranaíba, o empresário havia vendido o caminhão pelo valor de R$ 18 mil e tentaria dar o golpe na seguradora, ainda de acordo com a publicação Tiago teria confessado o crime. Veja o conteúdo completo revelado pela Polícia Civil.


No ultimo dia 31 de julho por volta das 17:00 horas a Policia Civil de Paranaíba foi informada do desaparecimento do empresário Tiago Menani (29), proprietário de uma garagem na cidade Tiago teria viajado para Matão - SP onde faria a venda de um caminhão guincho. Os familiares de Tiago informaram a Policia Civil que perderam o contato com Tiago quando ele estava em São José do Rio Preto – SP ainda no dia 31 a noite e desde então não tiveram mais noticias. 


O caso foi passado imediatamente ao S.I.G Paranaíba, os investigadores entraram em contato com a Policia Civil de Jales, São José do Rio Preto e Matão onde iniciaram as investigações sobre o desaparecimento de Tiago Menani e já trabalhando com a possibilidade de Roubo. Na noite do dia 01 de agosto Tiago ligou para família onde disse que havia sido roubado e mantido em Cárcere Privado (amarrado a uma árvore), na cidade de Presidente Prudente, teria conseguido fugir, caminhado uma longa distância quando conseguiu ajuda para se comunicar. 


Os investigadores do S.I.G Paranaíba assim como os investigadores da Policia Civil de Presidente Prudente passaram a trabalhar em conjunto e trocar informações e analisar o caso, de inicio foram observados alguns pontos da historia narrada por Tiago que estavam em desacordo com informações já apuradas pelo S.I.G Paranaíba, e em desacordo com investigações feitas pela Polícia Civil de Presidente Prudente. 


A Policia Civil de Presidente Prudente decidiu então marcar para hoje o depoimento de Tiago Menani (29) assim como uma reconstituição junto ao local onde Tiago disse que ficou sendo mantido preso, e observou que a dinâmica era incompatível. Outro fato que também levantou suspeita foi à localização do veiculo Celta que Tiago havia levado em local próximo ao “cativeiro”.


Em depoimento na delegacia de Presidente Prudente Tiago acabou pro entrar varias vezes em contradições a cada vez que tentava narrar a dinâmica do ocorrido, e acabou por confessar que havia “armado tudo”, Tiago Menani (29) disse em seu depoimento que havia vendido o caminhão por R$ 18.000,00 (dezoito mil reais) para os supostos “ladrões” e também pretendia dar o golpe na seguradora onde receberia mais R$ 90.000,00 (noventa mil reais) pelo seguro do caminhão. 


Tiago Menani foi indiciado pelo crime de Falsa comunicação de crime, como o fato se deu no estado vizinho, Tiago irá responder pelo crime no Estado de São Paulo.
Compartilhar