Bom dia, seja bem-vindo ao nosso portal

Paranaíba - MS,

Polícia Civil de Costa Rica resgata adolescente levada pelo padastro, com bebê recém-nascido

A adolescente e o bebê, foram localizadas em uma região do Pantanal no município de Coxim – MS.

Última Atualização: 02/5/2017 09:52:59





A Polícia Civil de Costa Rica – MS, por meio do SIG (Setor de Investigações Gerais)  localizou a adolescente e bebê, que haviam sido levadas por J. M. M. de 42 anos, na última segunda-feira (24). A adolescente tem uma filha recém-nascida, que seria do padrasto. 



Conforme a Polícia, após intensa investigação pelas zonas rurais de Costa Rica ede municípios vizinhos, a adolescente e bebê, foram localizadas em uma região do Pantanal do município de Coxim – MS, a 260 quilômetros de Costa Rica. 


Ainda de acordo com a autoridade policial, o autor dos fatos, ao perceber a ação da Polícia, fugiu do local. A Polícia realiza diligências com o objetivo de localizar J. M. M.


 As vítimas foram encaminhadas até a Delegacia de Polícia Civil de Coxim, após entregues ao Conselho Tutelar do município.


 Caso Um homem de 42 anos é suspeito de fugir com a enteada de 15 anos, que está sendo considerada desaparecida desde segunda-feira (24), em Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande. A jovem tem uma filha de apenas 16 dias, que seria do padrasto. 


 A família morava no bairro Vale do Amanhecer há dois anos, mas há cerca de 20 dias o padrasto e a mãe da adolescente estavam separados. 


Na segunda-feira a mulher saiu de casa para trabalhar às 6h e retornou às 9h para dar banho no bebê, como fazia todos os dias. “Mas não encontrei nem ela e nem a minha neta. Fui até a vizinha e com o celular dela liguei para minha filha e ela me disse que estava indo embora e não voltaria mais. Eu ainda pedi para não fazer aquilo e voltar, porque eu me preocupei também com a minha neta, é uma recém nascida e precisa de cuidados", disse ao Campo Grande News.


 A mulher ligou para o ex-companheiro. Ele disse que estava junto com a enteada e que iria assumir a recém-nascida. Ele trabalhava como peão em uma fazenda, pediu demissão, pegou o caminhão do irmão e desde então não foi mais visto.


 "Estamos trabalhando para localizar o suspeito e também a adolescente e o recém nascido, que está em uma situação de vulnerabilidade”, diz o delegado de Costa Rica, Alexandro Mendes de Araujo. 


Caso – A gravidez da jovem só foi descoberta pela família quando ela estava no sexto mês. Ela dizia que o pai da criança era um colega da escola. 


Após o nascimento, o Conselho Tutelar foi acionado. A menina confessou que o padrasto seria o pai do bebê, mas não foi feito exame de DNA para comprovar a situação. 


Vizinhos disseram aos conselheiros que a família tinha uma boa relação. Segundo o órgão, a adolescente fugiu levando poucas roupas dela, mas todo o enxoval do bebê.
Compartilhar