Boa Tarde, seja bem-vindo ao nosso portal

Paranaíba - MS,

Operação Toque de Midas investiga servidores de prefeitura

Prejuízo seria de mais de R$1 milhão.

Última Atualização: 04/4/2017 11:16:03

Gaeco MS




Uma força tarefa composta pelo Grupo Especial de Combate a Corrupção - GECOC  (MPMS) Polícia Federal (PF), Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU) deflagrou hoje 04/04 (terça-feira) a Operação TOQUE DE MIDAS, com o objetivo de combater uma Organização Criminosa especializada em desviar recursos públicos e fraudar licitações, com a conivência e participação de servidores públicos, no município de Paranhos-MS.





As investigações apontam montagem e manipulação de documentação em certames públicos e a prática de sobre-preço, com severos prejuízos ao Erário e afronta aos princípios da Administração Pública. Para a prática criminosa, foram utilizadas certidões e assinaturas falsas com a manipulação de informações em procedimentos licitatórios para aquisições oriundas de recursos do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) e contrapartida municipal. Estima-se prejuízo de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).





Estão sendo cumpridos nove (8) mandados de busca e apreensão, um (1) mandado de condução coercitiva e o sequestro de valores, nas contas bancárias de três (3) empresas, de aproximadamente R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais). Os mandados foram expedidos pelas Justiças Federal e Estadual do MS. Participam da Operação Toque de Midas 50 (cinquenta) Policiais Federais e servidores da CGU.






O nome da operação que foi batizada de Toque de Midas, uma vez que se trata de uma expressão oriunda de um mito grego a qual expressa que o enriquecimento fácil pode se voltar contra o beneficiado, como castigo por sua ganância.






Últimas notícias

Adolescente é apreendido com arma de fogo em Paranaíba
Agentes comunitários de saúde são empossados
Tragédia na BR158 deixa viúva adolescente gravida de 15 anos
Compartilhar